BIRDWATCHING - PISÃO

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Em Beringel, no concelho de Beja, começam a dar-se os primeiros passos, de modo a potencializar o território da freguesia e tendo como alicerce o birdwatching. Arlindo Morais, presidente da Junta de Freguesia de Beringel, adianta que “existe a intenção de criar na freguesia um centro de interpretação ou de observação de aves”, aproveitando as potencialidades da barragem do Pisão e da Micro-Reserva Biológica de Colmeais.
“Queremos através da observação de aves dinamizar a freguesia, atraindo para Beringel diversos visitantes e interessados na matéria, uma vez que começam a ser cada vez mais os praticantes desta atividade, que no estrangeiro já tem grande visibilidade e que no nosso país está a enraizar-se também. Um observador de aves desloca-se com frequência para observar novas espécies e aqui, na freguesia de Beringel, existe um bom número de espécies”, avança o autarca.
A criação de roteiros está, assim, na calha. Roteiros, estes, que serão, depois, associados a outros produtos da terra, de modo a criar uma dinâmica em torno da observação de aves. O turismo de natureza é, deste modo, a grande aposta de Beringel que pretende ainda alargar esta temática às escolas, promovendo atividades de sensibilização e conservação. “É um processo que está a ser estudado com muito cuidado, mas que irá ser uma realidade, com certeza”, conclui Arlindo Morais.

Para Dinis Cortes, amante da atividade, “o Alentejo tem um elevado valor ornitológico”. E, neste sentido, “não é de estranhar que se aproveitem todas as suas potencialidades”.
Há, no entanto, regras de ouro para quem pratica esta atividade. Os chamados princípios essenciais de conduta de um bom observador de aves. Destacando-se, entre outros aspetos, “não fazer barulho e não perturbar a paz dos locais, manter a distância das aves e observá-las de binóculos e respeitar a sinalização das áreas protegidas”.
Dinis Cortes já perdeu a conta às vezes que saiu para o campo, umas vezes para fotografar, outras vezes para identificar ou, simplesmente, só para observar. E recorda que é essencial “um vestuário adequado”. “Prático e discreto, que se confunda com a própria paisagem, consoante a estação do ano”.



Mas o birdwatching, embora esteja a crescer cada vez mais no País e, consequentemente na região, ainda não é um hobby tão expressivo como acontece em outros países. E não é, assim, de admirar que sejam mais os cidadãos estrangeiros que visitam a região para observar aves do que propriamente os portugueses. “Os visitantes são maioritariamente estrangeiros, sendo que a maioria são do Reino Unido e de países do norte da Europa, como a Alemanha e a Holanda”


Local: Albufeira do Pisão /Beringel (Beja)
Descrição: Observação de aves num circuito em redor da albufeira a partir da vila de Beringel até ao paredão da barragem e a alguns pontos da margem esquerda; serão utilizados veículos na deslocação entre alguns pontos de observação.
Recomendações: levar roupa e calçado adequados, bem como alguns alimentos e bebidas. Não esquecer os binóculos.
Texto Bruna Soares Fotos Dinis Cortes / in Diário do Alentejo

0 comentários:

Enviar um comentário

 
JUNTA DE FREGUESIA DE BERINGEL © 2015 /// Desing by: Vitor Morais Besugo